O SISTEMA FAMILIAR E OS PROBLEMAS DAS DROGAS: um estudo do filme Cazuza – O Tempo Não Pára

  • Tamiris Carla Gonçalves FACULDADE DE PATOS DE MINAS
  • Gilmar Antoniassi Junior
Palavras-chave: Drogas, família, sistema

Resumo

A família é determinante na criação de condições para que vínculos sociais se formem, sendo compreendida, conforme a perspectiva sistêmica, como a “matriz de identidade”que envolve gerações, divisões e fenômenos vinculados ao ciclo de vida familiar e à história transgeracional. A Psicologia Sistêmica defende que há o envolvimento de todos os entes familiares quando uma pessoa deste núcleo está passando por algum conflito. A família possui função reguladora do sistema, oferecendo suporte para a superação individual. O objetivo deste estudo é refletir o sistema familiar e os contratempos familiares no caso de possuir um filho adicto, à luz do filme Cazuza – O Tempo Não Pára. Utilizou-se um delineamento qualitativo de estudo de caso de natureza descritiva histórica através do método de história de vida, mediante a narrativa do filme ‘Cazuza – O Tempo não Pára’, cinebiografia, dirigida por Sandra Werneck e Walter Carvalho. Este caso mostra como a família pode influenciar o indivíduo a procurar atividades ilícitas. Atitudes como a super-proteção materna e a omissão paterna, o acesso fácil a dinheiro, dentre outros, incidiram em atitudes rebeldes por parte de Cazuza. O uso de narcóticos foi determinante para que vivesse uma intensa vida boêmia e não se prevenisse, contraindo o vírus HIV. O trabalho social conjunto, com o intuito de preservar a instituição familiar, é primordial para que as drogas não desestruturem mais toda comunidade. O exemplo de Cazuza deve ser recordado, para que não aconteça com outros inúmeros brasileiros. Necessária se faz a atuação do psicólogo com todos os membros da família, não só o usuário, visto que as consequências do uso de narcóticos atingem a cada ente familiar de forma específica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-15
Como Citar
Gonçalves, T., & Junior, G. (2017). O SISTEMA FAMILIAR E OS PROBLEMAS DAS DROGAS: um estudo do filme Cazuza – O Tempo Não Pára. Psicologia E Saúde Em Debate, 3(2), 74-89. https://doi.org/10.22289/V3N2A7
Seção
Estudo Teórico