QUALIDADE DE VIDA DOS PROFISSIONAIS ATUANTES NO CENTRO CIRÚRGICO

  • Luciana Maria Pereira Soares Faculdade Patos de Minas
  • Victor Constante Oliveira
  • Luíza Araújo Amâncio Sousa
Palavras-chave: Saúde ocupacional, condições de trabalho, fatores estressores, centro cirúrgico hospitalar

Resumo

Este estudo descritivo exploratório teve por objetivo avaliar os fatores estressantes que interferem na qualidade de vida dos profissionais que atuam no CC em Patos de Minas-MG. Os dados foram coletados entre os meses de fevereiro e março de 2017, por meio de um questionário contendo uma questão norteadora com 22 profissionais, sendo 13 técnicos de enfermagem, cinco enfermeiros e quatro médicos. Aplicou-se análise de conteúdo temática resultando em seis categorias. Os resultados apontam que a maioria era do sexo feminino, casados, com idade média entre 26 e 45 anos, e técnicos de enfermagem. Na avaliação geral da qualidade de vida, os dados obtidos revelaram que o fator que mais gera estresse na vida desses profissionais é o tipo de ambiente fechado, sendo que os demais fatores variaram de acordo com a categoria profissional. Conclui-se que os profissionais de enfermagem vivenciaram o estresse relacionado a diversos fatores de natureza objetiva.

 

Publicado
2017-12-15
Como Citar
Soares, L., Oliveira, V., & Sousa, L. (2017). QUALIDADE DE VIDA DOS PROFISSIONAIS ATUANTES NO CENTRO CIRÚRGICO. Psicologia E Saúde Em Debate, 3(2), 159-170. https://doi.org/10.22289/V3N2A12
Seção
Artigo original