UMA REFLEXÃO SOBRE O USO DAS DROGAS E A EUTANÁSIA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

José Ribeiro Fiusa Gilmar Antoniassi Júnior

Resumo

A correlação existente entre a finitude da vida por vias naturais e a decorrente dos maus hábitos dos indivíduos nos propõe uma reflexão acerca da situação em que se encontram os usuários de droga. Acredita-se que dentre as principais dificuldades diante do tema morte esteja a aceitação do paciente e de seus familiares das condições impostas pela doença, o que se torna um gerador de conflito e adoecimento no núcleo familiar. O objetivo deste trabalho é promover uma reflexão entre a eutanásia, o abuso das drogas e o impacto familiar. O estudo será do tipo qualitativo, de base bibliográfica, a fim de promover uma discussão integrativa envolvendo a temática relacional das drogas e da família. Foram selecionados 23 artigos no período compreendido entre os anos 2000 e 2015. Conclui-se que os problemas decorrentes do uso das drogas e a morte constituem uma questão geradora de angústia e sofrimento para a família e o sujeito envolvido no problema, pois se busca a recuperação do ser amado e frustra-se diante das incertezas e da sensação de impotência ao deparar-se com uma condição irreversível de uma doença ou deterioração física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Fiusa, J., & Júnior, G. (2017, outubro 1). UMA REFLEXÃO SOBRE O USO DAS DROGAS E A EUTANÁSIA. Psicologia E Saúde Em Debate, 2(Ed. Esp. 1), 1-13. https://doi.org/https://doi.org/10.22289/2446-922X.V2EEA1
Seção
Artigo original