PSICO-ONCOLOGIA E MUSICOTERAPIA COM ÊNFASE NA SAÚDE MENTAL INFANTIL

  • Francielle Magalhães de Oliveira
  • Leonardo Carrijo Ferreira
Palavras-chave: -

Resumo

Introdução: O câncer tem sido alvo de diversos estudos no Brasil e no mundo, por estar presente na sociedade, seja por aqueles que tem a predisposição e/ou estão se tratando, e até mesmo aqueles que nunca o tiveram. O fato é que os problemas decorrentes dessa enfermidade têm afligido a todos, inclusive as crianças, as quais têm sido afetadas pelos danos dela decorrentes, tornando-se sofridas e adoecidas. A família tem um papel importante na contribuição e no acompanhamento dessas crianças internadas, em busca de ajuda e auxílio do interno, evidenciando principalmente pelos custos do tratamento em todas as camadas da sociedade em difentes contextos. Objetivo: Discutir sobre os benefícios da música em crianças com câncer e o papel do psicólogo nesse contexto. Metodologia: Para atingir tal objetivo foi realizada uma revisão conceitual da literatura. Considerações: A literatura investigada mostrou que a música pode proporcionar conforto, desenvolver uma comunicação significativa, inclusive contribuir na resolução de questões emocionais. Essa terapia pode e deve unir-se à expressão corporal, pois os sons podem causar no ser humano vários efeitos como calmantes e excitantes. Ela pode contribuir positivamente para alívio da dor, da ansiedade e da fadiga. De acordo com estudos, a musicoterapia pode auxiliar na diminuição do número de medicamentos tomados pelos pacientes oncológicos, assim como o tempo de internação. Sendo especificamente desenvolvida por terapeutas ocupacionais, psicólogos, educadores, médicos e fonoaudiólogos. No caso específico do Psico-oncologista, ressalta-se que seu pepel dentro de um hospital inclui a prevenção do câncer, intervenção no diagnóstico, no período do tratamento, na cura ou na terminalidade do paciente, dando auxílio aos familiares sobre o estado de cada paciente que está em tratamento oncológico.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Publicado
2019-07-29
Como Citar
Oliveira, F., & Ferreira, L. (2019). PSICO-ONCOLOGIA E MUSICOTERAPIA COM ÊNFASE NA SAÚDE MENTAL INFANTIL. Psicologia E Saúde Em Debate, 5(Suppl.1), 15-15. Recuperado de http://psicodebate.dpgpsifpm.com.br/index.php/periodico/article/view/491