ABUSO SEXUAL INFANTIL: revisão literária de casos no ambiente intrafamiliar

  • Geisiane Silva Resende
  • Constance Rezende Bonvicini
Palavras-chave: -

Resumo

Introdução: Há muito tempo se sabe que as crianças e adolescentes sofrem violência sexual em seu próprio círculo parental, de maneira que, ao invés de pais e familiares protegê-los, são os responsáveis por tais atrocidades, violando seus direitos e destruindo seus sonhos, além de prejudicar severamente a saúde mental da vítima. O abuso sexual é um dos tipos de violência mais difícil de ser identificada e tratada, visto que muitas vezes o agressor se apresenta muito próximo da vítima, passando uma aparência totalmente inofensiva. Geralmente, a criança vítima de abuso sexual, principalmente em seu ambiente familiar, desenvolve a perda de autoestima, torna-se introvertida, perde a confiança no próximo, considerando-se até mesmo o suicídio. Objetivo: O presente estudo tem por objetivo principal refletir acerca do abuso sexual contra crianças e adolescentes, especificando-se os cometidos no ambiente intrafamiliar, assim como caracterizar a violência sexual, analisar sua incidência e identificar o perfil das vítimas de abuso, tipificando seus aspectos psicossociais.Metodologia: Para alcançar o objetivo proposto no estudo, foi realizada uma revisão de literatura de caráter qualitativo e descritivo acerca da área estudada, assim como definidos os conceitos dos termos utilizados no decorrer do trabalho, embasando em artigos relacionados ao abuso sexual infantil no ambiente intrafamiliar e em livros desta área. Considerações: A literatura pesquisada apontou que apesar de existirem leis específicas de proteção à criança e ao adolescente, continuam as ocorrências de tais violências em uma frequência assustadora, se tratando de uma dinâmica complexa que envolve aspectos psicológicos, sociais e legais. Existem diferentes tipos e definições acerca do abuso sexual, sendo primordialconhecê-losa fim de entender as diversas consequências do atono desenvolvimento da criança. Os casos notificados são de grande importância, uma vez que é por meio deles que este tipo de violência ganha visibilidade. Cabe aos profissionais do meio, principalmente os psicólogos, obter meios de atenuar os efeitos negativos provenientes da experiência traumática, para que seja possível ajudar a criança vítima de abuso e a família.Conclui-se que tal tema é extremamente relevante para a atualidade, uma vez que o abuso sexual da criança deve ser abordado como uma questão dos direitos da mesma, tanto como um problema de saúde física quanto mental. Constata-se também que há uma crescente incidência de abuso sexual infantil, no ambiente intra e extrafamiliar, justificando-se a necessidade de maior entendimento e divulgação do tema.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Publicado
2019-07-29
Como Citar
Resende, G., & Bonvicini, C. (2019). ABUSO SEXUAL INFANTIL: revisão literária de casos no ambiente intrafamiliar. Psicologia E Saúde Em Debate, 5(Suppl.1), 16-16. Recuperado de http://psicodebate.dpgpsifpm.com.br/index.php/periodico/article/view/492