BREVE HISTÓRICO SOBRE A VELHICE E INSTITUIÇÕES ASILARES NO BRASIL I Simpósio Científico De Práticas Em Psicologia

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Kênia Gonçalves Karla Lemgruber

Resumo

O Envelhecimento populacional vem ocorrendo de forma expressamente rápida no Brasil, e é caracterizado pelo baixo percentual da mortalidade infantil, por diminuição de mortes de adultos relacionados a doenças infecciosas e pelo declínio das taxas de natalidade. Pode-se abordar o envelhecimento a partir de diferentes aspectos. Foi escolhida a análise em instituições de longa permanência, pois elas são consideradas um importante e necessário lugar para as pessoas idosas que não possuem lar e não constituem uma família. Essas entidades são muitas vezes a única oportunidade encontrada para preservar mecanismos de sobrevivência, perante as dificuldades socioeconômicas, afetivas e familiares. Com o progressivo aumento da longevidade no Brasil, e as mudanças nos papéis sociais da família tradicional, o idoso se torna a parte mais afetada na sociedade. Em decorrência dessas mudanças, este artigo tem como objetivo pesquisar as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) no Brasil, seu desenvolvimento no decorrer dos anos e seu papel na sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Gonçalves, K., & Lemgruber, K. (2016, novembro 1). BREVE HISTÓRICO SOBRE A VELHICE E INSTITUIÇÕES ASILARES NO BRASIL. Psicologia E Saúde Em Debate, 2(Supl. 1), 21-23. https://doi.org/https://doi.org/10.22289/2446-922X.V2S1A7
Seção
Artigo original