DEPENDÊNCIA DO ÁLCOOL NA TERCEIRA IDADE: Causas, consequências e desafios para a família e profissionais da área da psicologia

  • Stefane Carla Soares da Silva Faculdade Patos de Minas
  • Juliana Amorim Pacheco de Oliveira FACULDADE PATOS DE MINAS
Palavras-chave: Álcool, Idosos, Qualidade de vida

Resumo

O envelhecimento populacional é um fato atual, universal e evolutivo, fazendo parte do processo de vida do ser humano. O objetivo é compreender quais são as causas e as possíveis consequências do consumo excessivo de álcool pela população da terceira idade na sociedade brasileira. Neste estudo utilizou-se uma revisão literária, com pesquisas em livros, artigos alocados em sites de credibilidade, dentre outros meios que abordavam o idoso e o alcoolismo. Compreender as limitações das pessoas idosas, seus aspectos fisiopsicológicos e sua vida em sociedade, principalmente na perspectiva familiar e laboral, são de suma importância para conseguir dar a elas longevidade com qualidade. O consumo excessivo de álcool por idosos pode estar relacionado ao abandono e a problemas de ordem econômica, pois a modificação pontual desta idade é a aposentadoria, que muda intensamente o ritmo de vida da pessoa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Andrade, A. G. (2018). Alcoolismo na terceira idade. Centro de Informações sobre Saúde e Álcool. Recuperado em 19 de fevereiro, 2018 de http://www.cisa.org.br/artigo/5915/-alcoolismo-na-terceira-idade.php

Azevedo, L. N., Souza, L. M. P., Silva, R. F. Jr., Durães, L. E., Oliveira, C. S., & Arcanjo, I. N. (2016). Alcoolismo na terceira idade: revisão literária. Revista Efdeportes.com. 20(214), 1.

Barboza, F. L. G., Silva, J. M., Lino, J. C. S., Silva, J. C., & Cordeiro, R. A. (2015). Dependência química em idosos e as implicações nas políticas em tempos de crise. Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano, 4. (pp.1-6). Campina Grande, PB.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. (2004). Saúde mental no SUS: os Centros de Atenção Psicossocial. Brasília, DF: Autor.

Laranjeira, R. (2010). Alcoolismo na terceira idade. Delas Notícias, 1. Recuperado em 19 de outubro, 2017 de http://abp.org.br/portal/clippingsis/exibClipping/?clipping=11311

Lima, A. I. O., Dimenstein, M., & Macedo, J. P. (2015). Consumo de álcool e drogas e o trabalho do psicólogo no núcleo de apoio à saúde da família. Psicologia em Pesquisa, 9(2), 188-197.

Luce, L. B. E. (2012). Alcoolismo na terceira idade – revisão de literatura. Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família, Universidade Federal de Minas Gerais, Brumadinho, MG.

Meirelles, K. M. (2017). Velhice e alcoolismo: como o uso abusivo do álcool na terceira idade pode contribuir no agravamento das demências típicas desta fase da vida. Revista Portal de Divulgação, 1(53), 69-72.

Oliveira, M. E. S., & Santana, R. G. (2015). Idoso: o uso abusivo do álcool e suas repercussões nos contextos psicossocial e familiar. Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano, 4. (pp.1-13). Recife: Faculdade Estácio Recife.

Ordem dos psicólogos portugueses. (2016). Guia orientador da intervenção psicológica nos problemas ligados ao álcool.

Pereira, L. C. (2013). Concepções de pessoas idosas sobe a influência do contexto familiar para o uso ou abandono de bebidas alcóolicas por idosos. Dissertação de Mestrado em Enfermagem e Saúde, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Jequié, BA.

Pontarolo, R. S., & Oliveira, R. C. S. (2008). Terceira idade: uma breve discussão. Ci. Soc. Apl., Ling., Letras e Artes, 16 (1), 115-123.

Reis, G. A., Góis, H. R., Alves, M. S., & Partata, A. K. (2014). Alcoolismo e seu tratamento. Revista Científica do ITPAC, 7(2), 1-11.

Totoro, R., Sousa, M., Martins, R., Chacur, E., & Souza, F. (2017). Avaliação da qualidade de vida dos usuários de um núcleo de apoio à saúde da família – NASF. Psicologia e Saúde em Debate, 3(1), 50-67. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V3N1A5

Schneider, D. R., Cerutti, M. G., Martins, M. T., & Nieweglowski, V. H. (2014). A atuação do psicólogo no centro de atenção psicossocial voltado para álcool e outras drogas (CAPsad): os desafios da construção de uma clínica ampliada. R. Eletr. De Extensão, 11(17), 101-113.

Sena, E. L. S., Boery, R. N. S. O., Carvalho, P. A. L., Reis, H. F. T., & Marques, A. M. N. (2011). Alcoolismo no contexto familiar: um olhar fenomenológico. Texto Contexto Enferm, 20 (2), 310-318.

Silva, A. A. (2008). Alcoolismo em Idosos. Revista Científica Eletrônica de Psicologia, 10 (4), 1-6.

Silva, A., & Enes, A. (2013). Síndrome de Wernicke-Korsakoff – revisão literária da sua base neuroanatômica. Arq Med, 27 (3),121-128.

Silva, M. A. A. (2014). O impacto do alcoolismo na vida social e familiar do indivíduo: a intervenção do profissional da saúde de forma efetiva no tratamento. Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG.

Silva, V. X., & Luz, H. H. V. (2016). As implicações do alcoolismo na vida social e familiar do indivíduo dependente. Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização em Saúde Mental e Educação Psicossocial, Universidade do Alto Vale do Itajaí, Rio do Sul, SC

Viana, A., & Junior, G. (2017). Qualidade de vida em idosos praticantes de atividades físicas. Psicologia e Saúde em Debate, 3(1), 87-98. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V3N1A7

Publicado
2018-12-07
Como Citar
Soares da Silva, S., & Oliveira, J. (2018). DEPENDÊNCIA DO ÁLCOOL NA TERCEIRA IDADE: Causas, consequências e desafios para a família e profissionais da área da psicologia. Psicologia E Saúde Em Debate, 4(3), 46-59. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V4N3A5
Seção
Estudo Teórico