Dejours, C. (1992). A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho (5a ed.). São Paulo: Cortez; Oboré.

  • Mikelle David Moreira Faculdade Patos de Minas
  • Luciana de Araújo Mendes Silva
Palavras-chave: trabalho, pressões, adoecimento, psicopatologia do trabalho

Resumo

O livro: ‘A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho’ é composto por 6 (seis) capítulos. O autor faz a introdução da obra com uma reflexão da seguinte frase: “Falar de saúde é sempre difícil. Evocar o sofrimento e a doença é mais fácil.” (p. 11) Observa-se que o tema está relacionado às questões de adoecimento da rotina laboral, que envolve a psicopatologia do trabalho em que os trabalhadores estão sobrecarregados no sofrimento que trazem dentro de si. A obra origina uma reflexão sobre a necessidade de buscar a saúde mental e a qualidade de vida do trabalhador.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-26
Como Citar
Moreira, M. D., & Silva, L. de A. M. (2019). Dejours, C. (1992). A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho (5a ed.). São Paulo: Cortez; Oboré. Psicologia E Saúde Em Debate, 5(2), 140-144. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V5N2A11
Seção
Resenha