SAÚDE MENTAL E PANDEMIA: Avaliação dos níveis de ansiedade e depressão em pessoas que tiveram Covid-19 no município de Sobral-CE

Autores

  • Francisco Thiago Paiva Monte Universidade Federal do Ceará-UFC https://orcid.org/0000-0001-8699-2837
  • Roberlandia Evangelista Lopes Ávila Faculdade 5 de Julho - F5
  • Hermínia Maria Sousa da Ponte Centro Universitário INTA/UNINTA
  • Percy Antonio Galimbertti Catanio Universidade Federal do Ceará - UFC

DOI:

https://doi.org/10.22289/2446-922X.V9N2A39

Palavras-chave:

Saúde Mental, Pandemia, Covid-19, Ansiedade, Depressão

Resumo

O presente estudo objetivou verificar os níveis de ansiedade e depressão em pessoas acometidas por Covid-19. Trata-se de uma pesquisa quantitativa de caráter transversal, exploratório, descritivo. A coleta de dados ocorreu entre outubro a dezembro de 2022 e foi realizada de forma on-line por meio de um questionário sociodemográfico, o Patient Health Questionnaire (PHQ-9) e o Generalized Anxiety Disorder Questionnaire (GAD-7). Participaram 320 pessoas, destes 71,9% do sexo feminino, com idade média 18 e 68 anos, das quais 75,6% possuiam renda de até três salários-mínimos, 54,1% eram solteiras e a maioria se autodeclarou como pardas (58,4%). Metade da amostra apresentou níveis moderados a graves de depressão (50,6%) e 41,2% dos participantes tiveram escores moderados a graves de ansiedade. Demonstraram-se estatisticamente significantes e com maiores índices de ansiedade e depressão, mulheres, adultos jovens, pessoas com alguma comorbidade, que não trabalharam durante a pandemia, não praticantes de atividades físicas e de lazer e aquelas com histórico de tratamento medicamentoso para saúde mental. Sugere-se que outros estudos sejam realizados em prol de uma análise estatística mais abrangente, contabilizando um número maior de respondentes, além de um acompanhamento longitudinal, de modo a viabilizar a análise da relação causa-consequência entre ansiedade/depressão e demais comorbidades, uso pregresso de medicação e variáveis sociodemográficas, conforme os resultados deste estudo apontaram.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Bezerra, A. C. V., Silva, C. E. M., Soares, F. R. G., Silva, J. A. M. (2020). Fatores associados ao comportamento da população durante o isolamento social na pandemia de COVID-19. Ciência & Saúde Coletiva, 25, 2411-2421. https://doi.org/10.1590/1413-81232020256.1.10792020

Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). (2020). Considerações psicossociais e de saúde mental durante o surto de COVID-19. Geneca: OPAS. https://iris.paho.org/handle/10665.2/51996

Macêdo, S. (2020). Ser mulher trabalhadora e mãe no contexto da pandemia Covid19:tecendo sentidos. Revista do NUFEN, 12(2), 187-204. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-25912020000200012

Lima, R. C. (2020). Distanciamento e isolamento sociais pela Covid-19 no Brasil: impactos na saúde mental. Physis: Revista de saúde coletiva, 30(2), 01-10. https://www.scielo.br/j/physis/a/nyq3wrt8qpWFsSNpbgYXLWG/?format=pdf&lang=pt

Hossain, M. M., Sultana, A., Purohit, N. (2020). Mental health outcomes of quarantine and isolation for infection prevention: a systematic umbrella review of the global evidence. Epidemiology and Health, 42, 1-11. https://doi.org/10.4178/epih.e2020038

Brasil. (2020). Ministério da Saúde. Saúde de A a Z: Depressão. Brasília: Ministério da Saúde. https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-az/d/depressao-1

Júnior, J. R. (2021). Brasil: o campeão da ansiedade. Notícias R7. https://noticias.r7.com/prisma/joel-renno-jr/brasil-o-campeao-da-ansiedade10092021

Moura, T. S., Silva, F. V. (2021). Ansiedade em quarentena: estratégias de governabilidade para os sujeitos ansiosos no decurso da pandemia da Covid-19. Rev. Bras. Linguist. Apl., 21(4), 1161-1191.

Bastos, M. A. P. C., Silva, R. F., Silva, E. A., Bastos, N. C. C., Cavalcanti, A. C. T., Cavalcanti, E. C. T. (2020). O estado de exceção nas favelas: perspectivas biopolíticas a partir da pandemia do covid-19. Revista Augustus, 25(51), 113- 129.

Moutinho, L., Cesarino, P. N., Novaes, S. C. (2020). A produção científica em tempos de coronavírus. Revista de Antropologia, 63(1), 7-11. https://doi.org/10.11606/2179-0892.ra.2020.169306

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE (OPAS). (2022). Pandemia de Covid-19 desencadeia aumento de 25% na prevalência de ansiedade e depressão em todo o mundo. Geneca: OPAS. https://www.paho.org/pt/noticias/2-3-2022-pandemia-covid-19-desencadeia-aumento-25-na-prevalencia-ansiedade-e-depressao-em

World Health Organization (WHO). (2017). Depression and other common mental disorders: global health estimates. Genebra: WHO.

Ahmed, M. Z., Ahmed, O., Aibao, Z., Hanbin, C., Siyu, L., Ahmad, A. (2020). Epidemic of COVID-19 in China and Associated Psychological Problems. Asian J Psych, 51, 1-7. https://doi.org/10.1016/j.ajp.2020.102092

Yang, Y. Li, W., Zhang, Q., Zhang, L., Cheung, T., Xiang, Y. (2020). Mental health services for older adults in China during the COVID-19 outbreak. The Lancet Psychiatry, 7(4). https://doi.org/10.1016/S2215-0366(20)30079-1

Lima, C. K. T., Carvalho, P. M. M., Lima, I. A. A. S., Nunes, J. V. A. O., Saraiva, J. S., Souza, R. I., Silva, C. G. L., Neto, M. L. R. (2020). The emotional impact of Coronavirus 2019-nCoV (new Coronavirus disease). Psychiatry Research, 287. https://doi.org/10.1016/j.psychres.2020.112915

Brasil. (2021). Ministério da Saúde. Guia de vigilância epidemiológica Emergência de saúde pública de importância nacional pela doença pelo coronavírus 2019- Covid-19. Brasília: Ministério da Saúde. https://www.conasems.org.br/wp-content/uploads/2021/03/Guia-devigila%CC%82ncia-epidemiolo%CC%81gica-da-covid_19_15.03_2021.pdf

Qiu, J., Shen, B., Zhao, M., Wang, Z., Xie, B., Xu, Y. (2020). A nationwide survey of psychological distress among Chinese people in the COVID-19 epidemic: implications and policy recommendations. General psychiatry, 22(2). http://dx.doi.org/10.1136/gpsych-2020-100213

Falcão, D., Gomes, C. L. (2020). Estratégia e Táticas do Projeto “Cine Luce” no Contexto Pandêmico da Covid-19: o lazer em foco. Licere, 23(3). https://doi.org/10.35699/2447-6218.2020.25079

Matos, L. S., Pinheiro, W. C., Bahia, M. C. (2020). Vivências do Lazer para Discentes do Curso de Educação Física da Universidade Federal do Pará no Contexto de Pandemia da Covid–19. Licere, 3(3). https://doi.org/10.35699/2447-6218.2020.25433

Mayor, S., Silva, M. S., Lopes, C. G. (2020). Perspectivas sobre o lazer das mulheres com a pandemia do novo coronavírus: reflexões a partir dos dados da pesquisa “o lazer no Brasil - representações e concretizações das vivências cotidianas”. Licere, 23(3). https://doi.org/10.35699/2447-6218.2020.25363

Conceição, V. M. (2021). Impactos da pandemia de covid-19 no lazer e no trabalho do professor universitário em home office. Licere, 24(3). https://doi.org/10.35699/2447-6218.2021.36337

Frasquilho, D., Matos, M. G., Salona, F., Guerreiro, D., Storti, C. C., Gaspar, T., Almeida, J. M. C. (2015). Mental health outcomes in times of economic recession: a systematic literature review. BMC Public Health, 16(115).

Barr, B., Robinson, D. T., Samuel, A. S., Mckee, M. (2012). Suicides associated with the 2008-10 economic recession in England: time trend analysis. BMJ. https://doi.org/10.1136/bmj.e5142

Duarte, M. Q., Santo, M. A. S., Lima, C. P., Giordani, J. P., Trentini, C. M. (2020). COVID-19 e os impactos na saúde mental: uma amostra do Rio Grande do Sul, Brasil. Ciênc. & Saúde Colet. 25(9). https://doi.org/10.1590/1413-81232020259.16472020

Oliveira, E. N., Aguiar, R. C., Almeida, M. T. O., Eloia, S. C., Lira, T. Q. (2011). Benefícios da Atividade Física para a Saúde Mental. Saúde coletiva, 8(50), 125-130.

Pascoe, M., Bailey, A. P., Craike, M., Carter, T., Patten, R., Stepto, N., Parker, A. (2019). Physical activity and exercise in youth mental health promotion: a scoping review. BMJ Open sport & exercise medicine, 6(1). https://doi.org/10.1136/bmjsem-2019-000677

Wathelet, M., Duhem, S., Vaiva, G., Baubet, T., Habran, E., Veerapa, E., Debien, C., Molenda, S., Horn, M., Grandgenèvre, P., Notredame, C. E., D’Hond’t, F. (2020). Factors Associated with Mental Health Disorders among University Students in France Confined During the COVID-19 Pandemic. JAMA, 3(10). https://doi.org/10.1001/jamanetworkopen.2020.25591

Brooks, S. K., Webster, R. K., Smith, L. E., Woodland, L., Wessely, S., Greenberg, N. (2020). The psychological impact of quarantine and how to reduuce it: rapid review of the evidente. The Lancet journal, 395, 912-920. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(20)30460-8

Kavoor, A. R. (2020). Covid-19 in People with Mental Illness: Challenges and Vulnerabilities. Asian J Psych, 51(29). https://doi.org/10.1016/j.ajp.2020.102051

Kelvin, D. J., Rubino, S. (2020). Fear of the novel coronavirus. J Infect Dev Ctries, 14(1), 1-2.

Downloads

Publicado

17-11-2023

Como Citar

Paiva Monte, F. T., Lopes Ávila, R. E., da Ponte, H. M. S., & Galimbertti Catanio, P. A. (2023). SAÚDE MENTAL E PANDEMIA: Avaliação dos níveis de ansiedade e depressão em pessoas que tiveram Covid-19 no município de Sobral-CE. Psicologia E Saúde Em Debate, 9(2), 670–684. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V9N2A39

Edição

Seção

Artigo original