HOSPITALIZAÇÃO NA PANDEMIA: Perspectivas de pacientes internados não diagnosticados com COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22289/2446-922X.V10N1A34

Palavras-chave:

Psicologia da saúde, Pacientes, Hospital, Vivências emocionais, Sentimentos

Resumo

A pandemia de Covid-19 impactou o mundo desde que foi decretada em março de 2020. Em decorrência disso, estudos têm sido produzidos com pessoas que tiveram a doença. Entretanto, há lacunas sobre as repercussões da pandemia para pessoas que precisaram ser internadas para realizarem tratamentos de saúde. Por isso, o objetivo do estudo foi descrever a perspectiva de pacientes, sem diagnóstico de Covid-19, sobre a experiência de hospitalização, durante a pandemia, marcada pela ausência de vacinas. Para tanto, realizou-se um estudo qualitativo-descritivo, de orientação metodológica construcionista social, em que foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 10 pacientes, que estiveram internados em um hospital público universitário. O conteúdo das entrevistas resultou na construção das temáticas: repercussões da hospitalização e o hospital como lugar de cuidado. Os resultados mostram que os participantes experimentaram sentimentos de medo e sensação de isolamento, sendo amenizados com o suporte entre pacientes, dos profissionais e da religiosidade/espiritualidade. Além disso, o sofrimento experimentado pelos participantes parece ter sido ampliado e intensificado pela pandemia, chamando a atenção para o cuidado em saúde mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alamy, S. (2007). Ensaios de psicologia hospitalar: A ausculta da alma (2ª ed.). Editora do Autor.

Apolónia, A., Moreira, B., Silva, D., Castro, F., Oliveira, J., & Mota, L. (2018). Perspectivas das pessoas que recebem más notícias em contexto hospital: Revisão integrativa. Revista de Investigação & Inovação em Saúde, 1(1), 109-118. https://doi.org/10.37914/riis.v1i1.36

Branco, A. B. A. C., & Arruda, K. D. S. A. (2020). Atendimento psicológico de pacientes com Covid-19 em desmame ventilatório: Proposta de protocolo. Revista Augustus, 25(51), 335-356. https://doi.org/10.15202/1981896.2020v25n51p335

Brooks, S. K., Webster, R. K., Smith, L. E., Woodland, L., Wessely, S., Greenberg, N., & Rubin, G. J. (2020). The psychological impact of quarantine and how to reduce it: Rapid review of the evidence. The Lancet, 395(10227), 912-920. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(20)30460-8

Catunda, M. L., Porto, A. B., Souza, C. B., Nardino, F., Santos, L. N. A., Lima, M. E. G., & Araújo, V. S. (2020). Humanização no hospital: Atuações da psicologia na Covid-19. Cadernos ESP - Revista Científica da Escola de Saúde Pública do Ceará, 14(1), 143-147. https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/376

Clem, L., & Hoch, V. A. (2021). A morte dizendo olá: Vivência dos pacientes internados em leitos UTI covid-19, um olhar a partir dos profissionais de saúde. Anuário Pesquisa e Extensão Unoesc São Miguel do Oeste, 6, e29799. https://periodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/29799/17180

Estrela, M. C. A., Oliveira, M. H. M., Souza, N. C. R., & Estrela, C. R. A. (2021). Covid-19: Sequelas fisiopatológicas e psicológicas nos pacientes e na equipe profissional multidisciplinar. Brazilian Journal of Development, 7(6), 59138-59152. https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-349

Fernandes, M. A., Evangelista, C. B., Platel, I. C. S., Agra, G., Lopes, M. S., & Rodrigues, F. A. (2013). Percepção dos enfermeiros sobre o significado dos cuidados paliativos em pacientes com câncer terminal. Ciência & Saúde Coletiva, 18(9), 2589-2596. https://doi.org/10.1590/S1413-81232013000900013

Ferreira, C. A. A., Reis Neto, M. T., Kilimnik, Z. M., & Santos, A. S. (2016). O contexto do estresse ocupacional dos trabalhadores da saúde: Estudo bibliométrico. Revista de Gestão em Sistemas de Saúde, 5(2), 84-99. http://dx.doi.org/10.5585/rgss.v5i2.233

Freire, M. E. M., Vasconcelos, M. F., Silva, T. N., & Oliveira, K. L. (2017). Assistência espiritual e religiosa a pacientes com câncer no contexto hospitalar. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, 9(2), 356-362. http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2017.v9i2.356-362

Gergen, K. J., & Gergen, M. (2010). Construcionismo social: Um convite ao diálogo. Editora do Instituto Noos.

Grincenkov, F. R. (2020). A psicologia hospitalar e da saúde no enfrentamento do coronavírus: Necessidade e proposta de atuação. Hu Revista, 46, 1-2. https://doi.org/10.34019/1982-8047.2020.v46.30050

Hao, F., Tam, W., Hu, X., Tan, W., Jiang, L., Jiang, X., ..., & Ho, R. C. M. (2020). A quantitative and qualitative study on the neuropsychiatric sequelae of acutely ill COVID-19 inpatients in isolation facilities. Translational Psychiatry, 10(355), 1-14. https://doi.org/10.1038/s41398-020-01039-2

Hart, J. L., Turnbull, A. E., Oppenheim, I. M., & Courtright, K. R. (2020). Family-centered care during the COVID-19 era. Journal of Pain and Symptom Management, 60(2), e93-e97. https://doi.org/10.1016/j.jpainsymman.2020.04.017

Ho, C. S. H., Chee, C. Y. I., & Ho, R. C. M. (2020). Mental health strategies to combat the psychological impacto of COVID-19 beyound paranoia and panic. Annals Academy of Medicine Singapure, 49(3), 155-160. https://annals.edu.sg/pdf/special/COM20043_HoCSH_2.pdf

Holanda, C. M. A., Andrade, F. L. J. P., Bezerra, M. A., Nascimento, J. P. S., Neves, R. F., Alves, S. B., & Ribeiro, K. S. Q. S. (2015). Support networks and people with physical disabilities social inclusion and access to health services. Ciência & Saúde Coletiva, 20(1), 175-184. https://doi.org/10.1590/1413-81232014201.19012013

Japanese Red Cross Society. (2020). Psychological coping during disease outbreak. Hong Kong Red Cross. https://pscentre.org/wp-content/uploads/2020/03/Psychological-coping-for-families-friends-colleagues-of-quarantined.ENG_.pdf

Leite, K. L., Yoshii, T. P., & Langaro, F. (2018). O olhar da psicologia sobre demandas emocionais de pacientes em pronto atendimento de hospital geral. Revista da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar, 21(2), 145-166. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S1516-08582018000200009&script=sci_arttext

Lima, C. K. T., Carvalho, P. M. M., Lima, I. A. A. S., Nunes, J. V. A. O., Saraiva, J. S., Souza, R. I., Silva, C. G. L., & Rolim Neto, M. L. (2020). The emotional impact of Coronavirus 2019-nCoV (new Coronavirus disease). Psychiatry Research, 287, e112915, 1-2. https://doi.org/10.1016/j.psychres.2020.112915

McNamee, S. (2017). Pesquisa como construção social: Investigação transformativa. In M. A., Grandesso (Org.), Práticas colaborativas e dialógicas em distintos contextos e populações: Um diálogo entre teoria e práticas (pp. 459-481). Editora CRV.

Messias, J. C., Barbi, K. B. S., Tedeschi, E. H., & Labarthe, J. (2022). El trabajo del profesional liberal de la salud en el contexto de pandemia COVID-19. Ciências Psicológicas, 16(1), e-2364. https://doi.org/10.22235/cp.v16i1.2364

Ministério da Saúde. (2020a). Coronavirus. https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca

Ministério da Saúde. (2020b). 2ª Etapa Fluxogramas COVID-19 SAES Z. Secretaria de Atenção Especializada à Saúde. Ministério da Saúde. https://www.saude.ms.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/2- Etapa-Fluxogramas-COVID-19-SAES-Z.pdf

Ministério da Saúde. (2020c). Saúde mental e atenção psicossocial na pandemia da Covid-19: Orientações às/aos psicólogas(os) hospitalares. Fundação Oswaldo Cruz. https://www.fiocruzbrasilia.fiocruz.br/wp-content/uploads/2020/04/cartilha_psicologos_hospitalares.pdf

Ministério da Saúde. (2022). Painel Coronavírus. Coronavírus Brasil. https://covid.saude.gov.br/

Pereira, F. M. & Penido, M. A. (2010). Aplicabilidade teórico-prática da terapia cognitivo comportamental na psicologia hospitalar. Revista Brasileira de Terapias Cognitivas, 6(2), 189-220. https://doi.org/10.5935/1808-5687.20100021

Portaria nº 3.390, de 30 de dezembro de 2013. (2013). Instituiu a Política Nacional de Atenção Hospitalar (PNHOSP) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), estabelecendo-se as diretrizes para a organização do componente hospitalar da Rede de Atenção à Saúde (RAS). Ministério da Saúde. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt3390_30_12_2013.html

Rathore, P., Kumar, S., Haokip, N., Ratre, B. K., & Bhatnagar, S. (2020). CARE: A holistic approach toward patients during pandemic: through the eyes of a palliative physician. Indian Journal of Palliative Care, 26(1), S95-S98. https://doi.org/10.4103/IJPC.IJPC_175_20

Salvi, E. S. F., Pompermaier, C., Barrionuevo, V., Floriani, F., Ostroski, K. C., & Pires, L. E. B. (2020). Importância do uso da máscara durante a pandemia de COVID-19: Relato de Experiência. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Xanxerê, 5, e26605.

Sá-Serafim, R. C. N., Do Bú, E., & Lima-Nunes, A. V. (2020). Manual de diretrizes para atenção psicológica nos hospitais em tempos de combate ao COVID-19. Revista Saúde & Ciência Online, 8(2), 1-24. https://doi.org/10.35572/rsc.v8i2.876

Spink, M. J. (Org.) (2013). Práticas discursivas e produção de sentidos no cotidiano: Aproximações teóricas e metodológicas. Centro Edelstein de Pesquisas Sociais.

Sun, N., Wei, L., Wang, H., Wang, X., Gao, M., Hu, X., & Shi, S. (2021). Qualitative study of the psychological experience of COVID-19 patients during hospitalization. Journal of Affective Disorders, 278, 15-22. https://doi.org/10.1016/j.jad.2020.08.040

World Health Organization. (2020). Coronavirus disease 2019 (COVID-19): Situation report – 78. https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situation-reports/20200407-sitrep-78-covid-19.pdf

Yokokawa, Y., Miyoshi, K., & Kai, I. (2017). Activities of daily living (ADL) of single elderly individuals using social assistive programs in a rural community. Japanese Journal of Public Health, 64(6), 330-336. https://doi.org/10.11236/jph.64.6_330

Yuki, M., & Schug, J. (2020). Psychological consequences of relational mobility. Current Opinion in Psychology, 32, 129-132. https://doi.org/10.1016/j.copsyc.2019.07.029

Downloads

Publicado

08-05-2024

Como Citar

Aline Bezerra de Miranda, B., & Bragheto Ferreira, C. (2024). HOSPITALIZAÇÃO NA PANDEMIA: Perspectivas de pacientes internados não diagnosticados com COVID-19. Psicologia E Saúde Em Debate, 10(1), 543–559. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V10N1A34

Edição

Seção

Artigo original