CONTEXTOS ADVERSOS À COMPULSÃO ALIMENTAR ASSOCIADA À TOXICOMANIA: uma discussão teórica à luz do filme “Requiem para um sonho”

Autores

  • Ana Clara Rocha de Paulo
  • Gilmar Antoniassi Júnior

Palavras-chave:

Anfetaminas, Drogas, Transtornos Alimentares

Resumo

Introdução: De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), droga é qualquer substância que cause algum tipo de alteração de funcionamento no organismo, em especial no Sistema Nervoso Central (SNC). Quando se torna nocivo, o indivíduo passa a priorizar o uso em detrimento de outras atividades como trabalho, lazer e família, ou então passa a realizá-los em função do uso. O julgamento mostra-se alterado, levando o indivíduo à incapacidade de medir as consequências adversas de seus atos. Já os transtornos alimentares são caracterizados por um padrão disfuncional no comportamento alimentar que comprometa significativamente o bem estar biopsicossocial. Os quadros apresentam características semelhantes relacionadas ao medo de engordar, grande preocupação com o peso e com a forma do corpo, redução da quantidade de alimentos ingeridos ou grande ingestão seguida de vômito. Devido aos transtornos alimentares as pessoas tendem a procurar maneiras mais rápidas e fáceis de emagrecer e com isso, o uso de anfetaminas vem crescendo consideravelmente. As anfetaminas têm efeito psicoestimulante, suprimindo o apetite por reduzir voluntariamente a ingestão de alimentos e, ao mesmo tempo, reduzem a atividade gastrointestinal. Essas substâncias podem ser empregadas como auxiliares na perda de peso, associadas a estratégias clássicas, como a redução calórica e o aumento metabólico, causado pelo exercício físico. Objetivo: O estudo tem como objetivo refletir os contextos envolventes aos transtornos alimentares, associados ao uso de substâncias tóxicas, à luz do filme “Requiem para um sonho”. Metodologia: Utilizou-se um delineamento qualitativo de estudo de caso de natureza descritiva por meio de análise de filme, mediante a história narrada no referido filme. A escolha do filme deu-se por abordar no enredo a temática dos transtornos alimentares, decorrentes do uso de substâncias tóxicas, articulando com o referencial teórico no campo da Psicopatologia e da Saúde Coletiva, para promover a discussão. Considerações: O consumo de drogas é um fenômeno multifacetado e complexo, envolvendo diversas áreas e tornando-se um problema de saúde pública. A personagem Sara merece atenção especial nesta análise devido à complexidade de seu vício. Sara tornou-se dependente de anfetaminas motivada pelo desejo de emagrecimento rápido, sob influência de suas amigas e da própria mídia. A mídia é uma influência bastante perturbadora no que tange à magreza e à busca pelo corpo perfeito, pois “essas novas mídias reforçam o narcisismo e os padrões de beleza vigentes”. Além disso, estudos apontam que a insatisfação corporal está diretamente relacionada com a comparação social existente entre mídia e realidade. Deste modo, torna-se importante que se dissemine mais esclarecimentos acerca das drogas de abuso, bem como seus efeitos colaterais, mecanismos de ação, processo de tolerância, potencial risco de dependência e síndrome de abstinência. Além disso, torna-se necessário refletir sobre o problema social envolvido e sobre o sofrimento causado pelos padrões inflexíveis impostos pela sociedade ocidental atualmente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-

Downloads

Publicado

2018-12-09

Como Citar

Paulo, A. C. R. de, & Júnior, G. A. (2018). CONTEXTOS ADVERSOS À COMPULSÃO ALIMENTAR ASSOCIADA À TOXICOMANIA: uma discussão teórica à luz do filme “Requiem para um sonho”. Psicologia E Saúde Em Debate, 4(Suppl1), 14–14. Recuperado de https://psicodebate.dpgpsifpm.com.br/index.php/periodico/article/view/360

Edição

Seção

Anais