IDOSO INSTITUCIONALIZADO: PRINCIPAIS CONDIÇÕES CLÍNICAS E LIMITAÇÕES

Autores

  • Mariana Maia Martins Silva
  • Elizaine Aparecida Guimarães Bicalho

Palavras-chave:

Idoso, Institucionalizado, Doenças

Resumo

Introdução: A longevidade é uma realidade dos tempos atuais, porém traz consigo a necessidade de adaptação pelas perdas que vão ocorrendo ao longo da vida. Viver mais significa ver seus entes queridos serem tirados do convívio pela morte, pela mudança para lugares longínquos ou pelo distanciamento que a vida moderna provoca, com o seu individualismo e hedonismo. Assim, o idoso se vê compelido a reconstituir seus vínculos, a buscar formas de viver seu cotidiano, sem contar mais com as redes de apoio familiar, cada indivíduo envelhece conforme suas próprias características, segundo sua história de vida, suas opções, suas possíveis doenças e de acordo com o contexto social vivido. Objetivo: O estudo tem como objetivo identificar e analisar através dos dados do DATASUS-SIHD de pacientes institucionalizados que submeteram a internações na rede do SUS, suas patologias clínicas e limitações. Metodologia: Trata se de uma pesquisa de natureza documental, descritiva e analítica, de abordagem quantitativa, que foi realizada através da avaliação dos dados contidos no banco de dados-DATASUS-SIHD, da Secretaria Municipal de Saúde de Patos de Minas – Vigilância Epidemiológica, no ano de 2017. Considerações: Constatou uma elevada prevalência de doenças neurodegenerativas, doenças do sistema respiratório, sistema circulatório e incidência de câncer em idosos institucionalizados consequentemente estes resultados nos permitiu conhecer alguns fatores associados, como: sexo, tempo de institucionalização, presença de dispositivos internos como sondas, grau de dependência de cuidados diários. O conhecimento da prevalência e dos fatores associados à fragilidade em idosos permite estabelecer metas para a promoção da saúde dessa população e estratégias de prevenção para outros agravos à saúde. Esse aspecto é particularmente importante para um país que apresenta um acelerado processo de envelhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-

Downloads

Publicado

2018-12-12

Como Citar

Silva, M. M. M., & Bicalho, E. A. G. (2018). IDOSO INSTITUCIONALIZADO: PRINCIPAIS CONDIÇÕES CLÍNICAS E LIMITAÇÕES. Psicologia E Saúde Em Debate, 4(Suppl1), 73–73. Recuperado de https://psicodebate.dpgpsifpm.com.br/index.php/periodico/article/view/419

Edição

Seção

Anais