Chrysocyon brachyurus - LOBO-GUARÁ E O SEU CONHECIMENTO NA REGIÃO DO NOROESTE DE MINAS GERAIS

Autores

  • Felipe César De Araújo Machado
  • Saulo Gonçalves Pereira
  • Daniela Cristina Silva Borges

Palavras-chave:

Lobos, Cerrado, Animais silvestres, Mito, Etnobiologia

Resumo

Introdução: O Lobo-guará é o maior canídeo selvagem da América do Sul encontrando-se, principalmente, em áreas de cerrado e de campos abertos no Brasil. Crysocyon brachyurus pertence à ordem Carnívora que tem como características específicas a presença de báculo nos machos, dentes caninos afiados, quatro ou cinco dedos nas mãos e nos pés. Tal ordem abarca onze famílias e duzentos e setenta e quatro espécies em toda Terra Sabe-se que no Brasil há 90% da população de lobos-guará, no entanto de acordo com dados da IUCN (International Union for Conservation of Nature) a espécie encontra-se listada na categoria vulnerável, estando quase ameaçada. O conhecimento compilado sobre as características gerais e da mitologia de animais silvestres pode colaborar para sua conservação, bem como para a educação ambiental. Objetivo: Objetivou-se fazer um levantamento bibliográfico sobre Chrysocyon brachyurus - Lobo-guará (Illiger – 1815), descrevendo suas características gerais e sua mitologia, além de buscar, através de entrevistas, sobre o conhecimento das pessoas acerca do lobo-guará. Material e Métodos: O levantamento das referências foi realizado em livros, artigos e sítios da internet. Secundariamente foi aplicado um questionário semiestruturado de perguntas e respostas objetivas/discursivas a 30 pessoas com a marcação do próprio entrevistado, ou ainda pelo entrevistador. Tais voluntários residem ou estão associados à comunidades rurais do Noroeste de Minas Gerais. Resguardou-se o anonimato dos entrevistados. Após a coleta de material foi realizada a análise, a interpretação, discussão e a redação. Foram incluídos no estudo voluntários sendo eles de qualquer sexo, porém maiores de idade, que morassem em comunidades rurais dos municípios: Lagamar, Presidente Olegário, Varjão de Minas, João Pinheiro, Lagoa Grande, Brasilândia e Paracatu. Todos esses municípios com presença confirmada do lobo-guará, através de estudos anteriormente publicados. Todos os entrevistados foram convidados e só participaram da pesquisa após terem assinado o termo de consentimento e livre esclarecido aprovado pelo comitê de ética e pesquisa CEP/FPM pelo parecer 2.757.989. Considerações: Dentre as crendices relacionadas ao lobo guará, as que fazem menção aos olhos são as que mais impressionam e se destacam os mitos dizem que são capazes de hipnotizar pessoas e outros animais, o que lhe traria benefício na busca de alimentos e também na proteção contra os caçadores De forma geral, as pessoas identificam o lobo-guará como um animal importante para o meio ambiente, todavia é um predador de animais domésticos e existiram relatos de conhecimento do abate desse animal por esta razão. Acredita-as, ainda, e que o conhecimento acerca de tal organismo por colaborar para sua conservação e educação ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-12

Como Citar

Machado, F. C. D. A., Pereira, S. G., & Borges, D. C. S. (2018). Chrysocyon brachyurus - LOBO-GUARÁ E O SEU CONHECIMENTO NA REGIÃO DO NOROESTE DE MINAS GERAIS. Psicologia E Saúde Em Debate, 4(Suppl1), 80–80. Recuperado de https://psicodebate.dpgpsifpm.com.br/index.php/periodico/article/view/426

Edição

Seção

Anais