QUANTIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS RECEBIDOS PELO ATERRO SANITÁRIO DE PATOS DE MINAS NO ANO DE 2018: CALCULO PER CAPITA DA CONTRIBUIÇÃO DIÁRIA DE LIXO EM PATOS DE MINAS

Autores

  • Ana Flávia Silva Peres
  • Geovana Soares Santana
  • Marcos Vinicius Barbosa de Oliveira
  • Maryza Fonseca Tibúrcio
  • Talita Aparecida Rodrigues
  • Saulo Gonçalves Pereira

Palavras-chave:

Aterro, Sanitário, Lixo, Meio Ambiente

Resumo

Introdução: Aterro sanitário é um sistema de descarte de resíduos sólidos, onde técnicas são utilizadas visando minimizar os impactos que o lixo provoca ao meio ambiente. Os resíduos sólidos urbanos são compactados e cobertos por terra, formando várias camadas. Sua importância se dá pelo fato que o aterro busca reduzir a poluição, colaborando para que haja a redução da emissão de gases de efeito estufa, evitando assim odores desagradáveis e entre outros feitos. Nesse sistema há vantagens e: menor impacto ambiental e conversão dos gases em fontes de energias renováveis, presença de ratos, moscas, transmissão de doenças e um alto custo econômico na implantação e na manutenção, já que seu local é limitado e quando chega no volume de resíduos estabelecido precisa haver a construção de um novo aterro. O aterro sanitário de Patos de Minas foi inaugurado com 2009, e situa-se na região do córrego Rico, cerca de 06 km da cidade. Objetivo: Objetivou-se fazer uma análise dos dados contidos nas planilhas do Aterro Sanitário de Patos de Minas, referentes à proporção de resíduos recebidos no local, no ano de 2018 (janeiro e outubro). Em seguida, determinar a quantidade de resíduos per capita recebidos pelo aterro neste período. Metodologia: Foi realizado, inicialmente, um levantamento bibliográfico sobre o Aterro Sanitário de Patos de Minas, Minas Gerais. Posteriormente foi encaminhado um ofício solicitando os dados ao coordenador do aterro. Foi elaborada uma relação da quantidade de resíduos sólidos recebidos do ano de 2018 (janeiro e outubro). Logo após, realizou-se os cálculos para listar a quantidade de lixo gerado na cidade por ano, mês, dia e por habitante. Ressalta-se que a tomada de peso é realizada em todos os caminhões em balança instalada na recepção do aterro. Considerações: Volume médio anual= 28.569.300 toneladas. Volume médio mensal = 3.174.366 toneladas. Volume médio diário = 122.091 toneladas. Volume médio per capita = 0.70 quilogramas/dia. Na cidade de Patos de Minas, no período de 2018 (janeiro e outubro) o Aterro Sanitário da cidade de Patos de Minas recebeu 28.569.300 toneladas de lixo, por mês são 3.174.366 toneladas, diariamente são 122.091kg. A população de Patos de Minas, segundo o IBGE (2018) é de 150.833 pessoas, sendo assim a quantidade de lixo per capita de resíduos por pessoa é de aproximadamente 0,70kg/dia, média abaixo da nacional. A Educação ambiental visa conscientizar as pessoas sobre a menor produção de resíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-

Downloads

Publicado

2018-12-12

Como Citar

Peres, A. F. S., Santana, G. S., Oliveira, M. V. B. de, Tibúrcio, M. F., Rodrigues, T. A., & Pereira, S. G. (2018). QUANTIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS RECEBIDOS PELO ATERRO SANITÁRIO DE PATOS DE MINAS NO ANO DE 2018: CALCULO PER CAPITA DA CONTRIBUIÇÃO DIÁRIA DE LIXO EM PATOS DE MINAS. Psicologia E Saúde Em Debate, 4(Suppl1), 95–95. Recuperado de https://psicodebate.dpgpsifpm.com.br/index.php/periodico/article/view/441

Edição

Seção

Anais