NECESSIDADES PSICOLÓGICAS BÁSICAS E PAIXÃO EM ATLETAS BRASILEIROS UNIVERSITÁRIOS DE VÔLEI DE PRAIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22289/2446-922X.V7N2A2

Palavras-chave:

Motivação, Esporte Universitário, Esporte, Psicologia do Esporte

Resumo

O objetivo deste estudo foi comparar as necessidades psicológicas básicas (NPB) e a paixão em atletas brasileiros universitários de vôlei de praia. Participaram 57 atletas de ambos os sexos (21,48±1,79 anos), participantes da fase final dos Jogos Universitários Brasileiros 2018. Os instrumentos utilizados foram a Escala da Paixão e a Escala de Satisfação das Necessidades Básicas para o Esporte (BNSSS). Para a análise dos dados foram utilizados os testes de Kolmogorov-Smirnorv, U de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis (p<0,05). Os resultados evidenciaram que os atletas da região central do país se perceberam mais satisfeitos em relação à necessidade básica de autonomia (p=0,033) quando comparados aos atletas da região sul e sudeste. Atletas de instituições privadas apresentaram maiores índices de satisfação com a necessidade de competência (p=0,035) e relacionamento (p=0,028) do que atletas de universidades públicas. Em relação a remuneração pelo esporte, atletas que recebem algum auxílio financeiro se sentem mais competentes (p=0,012) com a sua prática esportiva. Atletas de nível internacional apresentaram maior satisfação em relação à autonomia e competência, além de maior paixão harmoniosa do que os atletas de nível nacional (p<0,05). Conclui-se que os atletas de nível internacional, que recebem algum tipo de remuneração, que estudam em universidades particulares e da região central do país demonstraram maior satisfação com as necessidades psicológicas básicas e mais apaixonados harmoniosamente com a prática da modalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Bhavsar, N., Ntoumanis, N., Quested, E., Thøgersen-Ntoumani, C., & Chatzisarantis, N. Self-Determination Theory.

Cid, L., Silva, A., Monteiro, D., Louro, H., & Moutão, J. (2016). Paixão, motivação e rendimento dos atletas de natação. Revista Iberoamericana de Psicología del Ejercicio y el Deporte, 11(1), 53-58.

Coimbra, D. R., Gomes, S. S., de Oliveira, H. Z., Rezende, R. A., Castro, D., Miranda, R., & Bara Filho, M. G. (2013). Características motivacionais de atletas brasileiros. Motricidade, 9(4), 64-72. doi:10.6063/motricidade.9(4).1179

Contreira, A. R., Nascimento Junior, J. R. A. D., Caruzzo, N. M., Costa, L. C. A. D., Gaion, P. A., Melo, S. V. A., & Fiorese, L. (2019). Basic Psychological Needs and Sports Satisfaction Among Brazilian Athletes and Coaches: The Mediating Role of the Dyadic Relationship. Frontiers in psychology, 10, 2543. https://doi.org/10.3389/fpsyg.2019.02543

Deci, E. L., & Ryan, R. M. (2000). The" what" and" why" of goal pursuits: Human needs and the self-determination of behavior. Psychological inquiry, 11(4), 227-268.

Deci, E. L., & Ryan, R. M. (2002). Self-determination research: Reflections and future directions. In E. L. Deci & R. M. Ryan (Eds.), Handbook of self-determination research (p. 431–441). University of Rochester Press.

Deci, E. L., & Ryan, R. M. (2012). Self-determination theory. In P. A. M. Van Lange, A. W. Kruglanski, & E. T. Higgins (Eds.), Handbook of theories of social psychology (p. 416–436). Sage Publications Ltd. https://doi.org/10.4135/9781446249215.n21

Ferreira Filho, R. A., & Maccariello, C. (2009). A preparação psicológica no esporte de alto nível. Sua importância no desempenho competitivo de lutadores de Mixed Marcial Arts (MMA). Revista Digital. Buenos Aires.

França, D. G., Codonhato, R., & Fiorese, L. (2020). Relação entre paixão, resiliência e desempenho no triathlon. Research, Society and Development, 9(9), e666997767-e666997767. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7767

Gaya, A. Projetos de Pesquisa Científica e Pedagógica. O desafio da iniciação científica. 1. ed. Belo Horizonte: Instituto Casa da Educação Física, 2016.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa (Vol. 4, p. 175). São Paulo: Atlas.

Hair, J. F., Risher, J. J., Sarstedt, M., & Ringle, C. M. (2019). When to use and how to report the results of PLS-SEM. European business review. https://doi.org/10.1108/EBR-11-2018-0203

Jesus Frades, L. L., Oliveira, E. S. A., Varoli, B. M., & Carneiro, C. D. M. C. (2020). Adoecimento psíquico em atletas de alto rendimento: a importância da psicologia do esporte. Revista Educação, Psicologia e Interfaces, 4(3). https://doi.org/10.37444/issn-2594-5343.v4i3.297

Mageau, G. A., Vallerand, R. J., Charest, J., Salvy, S. J., Lacaille, N., Bouffard, T., & Koestner, R. (2009). On the development of harmonious and obsessive passion: The role of autonomy support, activity specialization, and identification with the activity. Journal of personality, 77(3), 601-646. https://doi.org/10.1111/j.1467-6494.2009.00559.x

Martins, E. S. (2017). As Necessidades Psicológicas Básicas e a Autoeficácia em Atletas de Esporte Coletivo e Individual.

Nascimento Júnior, J. R. A. D., Granja, C. T. L., Silva, A. A. D., Fortes, L. D. S., Gonçalves, M. P., Oliveira, D. V. D., & Fiorese, L. (2019). Associação entre as necessidades psicológicas básicas de autodeterminação e a percepção de coesão de grupo em atletas de futsal de alto rendimento. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, 21. https://doi.org/10.5007/1980-0037.2019v21e57369

Nascimento Junior, J. R. A. D., Vissoci, J. R. N., & Vieira, L. F. (2018). Propriedades psicométricas da versão brasileira da escala de satisfação das necessidades básicas no esporte (BNSSS). Psicologia: Teoria e Pesquisa, 34. https://doi.org/10.1590/0102.3772e3456

Nascimento Junior, J.R., Silva, E.C., Freire, G.L.M., Granja, C.T.L., Silva, A.A. & Oliveira, D.V. (2020). Athlete’s motivation and the quality of his relationship with the coach. Apunts. Educación Física y Deportes, 142, 21-28. https://doi.org/10.5672/apunts.2014-0983.es.(2020/4).142.03

Peixoto, E. M., Nakano, T. D. C., Castillo, R. A., Oliveira, L. P., & Balbinotti, M. A. A. (2019). Passion scale: Psychometric properties and factorial invariance via exploratory structural equation modeling (ESEM). Paidéia (Ribeirão Preto), 29. https://doi.org/10.1590/1982-4327e2911

Peixoto, E. M., Viana-Meireles, L. G., Campos, C. R., Oliveira, L. P., & Palma, B. P. (2018). Indicadores de motivação e paixão para prática esportiva em atletas brasileiros: um estudo sob a ótica da autodeterminação. Psicologia Revista, 27, 563-589. https://doi.org/10.23925/2594-3871.2018v27i3p563-589

Pizzo, G. C. Impacto das necessidades psicológicas básicas mediadas pelo relacionamento treinador-atleta na experiência esportiva de jovens atletas brasileiros. Dissertação de mestrado. Maringá, 2016.

Reinboth, M., Duda, J. L., & Ntoumanis, N. (2004). Dimensions of coaching behavior, need satisfaction, and the psychological and physical welfare of young athletes. Motivation and emotion, 28(3), 297-313. https://doi.org/10.1023/B:MOEM.0000040156.81924.b8

Ribas, M. L., Contreira, A. R., Freitas, A. F. L., Caruzzo, A. M., Codonhato, R., Moreira, C. R., ... & Fiorese, L. (2019). Autoestima e motivação em atletas paranaenses de bocha paralímpica. Anais do VII Seminário Internacional e XI Curso de Capacitação Técnica da ANDE, 58.

Rigby, C. S., & Ryan, R. M. (2018). Self-determination theory in human resource development: New directions and practical considerations. Advances in Developing Human Resources, 20(2), 133-147. https://doi.org/10.1177/1523422318756954

Ryan, R. M., & Deci, E. L. (2000). Intrinsic and extrinsic motivations: Classic definitions and new directions. Contemporary educational psychology, 25(1), 54-67. https://doi.org/10.1177/1523422318756954

Ryan, R. M., & Deci, E. L. (2007). Active human nature: Self-determination theory and the promotion and maintenance of sport, exercise, and health. Intrinsic motivation and self-determination in exercise and sport, 1, 19.

Ryan, R. M., & Deci, E. L. (2017). Self-determination theory: Basic psychological needs in motivation, development, and wellness. Guilford Publications.

Ryan, R. M., & Patrick, H. (2009). Self-determination theory and physical. Hellenic journal of psychology, 6, 107-124.

Sousa, C. (2013). A Paixão pelo Surf e o Impacto na Motivação e Felicidade dos Praticantes (Doctoral dissertation).

Stoeber, J., Childs, J. H., Hayward, J. A., & Feast, A. R. (2011). Passion and motivation for studying: predicting academic engagement and burnout in university students. Educational Psychology, 31(4), 513-528. https://doi.org/10.1080/01443410.2011.570251

Vallerand, R. J. (2007). Intrinsic and extrinsic motivation in sport and physical activity: A review and a look at the future. In G. Tenenbaum & R. C. Eklund (Eds.), Handbook of sport psychology (p. 59–83).

Vallerand, R. J. (2008). On the psychology of passion: In search of what makes people's lives most worth living. Canadian Psychology/Psychologie canadienne, 49(1), 1–13. https://doi.org/10.1037/0708-5591.49.1.1

Vallerand, R. J. (2010). On passion for life activities: The dualistic model of passion. In Advances in experimental social psychology (Vol. 42, pp. 97-193). Academic Press. https://doi.org/10.1016/S0065-2601(10)42003-1

Vallerand, R. J., Blanchard, C., Mageau, G. A., Koestner, R., Ratelle, C., Léonard, M., & Marsolais, J. (2003). Les passions de l'ame: on obsessive and harmonious passion. Journal of personality and social psychology, 85(4), 756. https://doi.org/10.1037/0022-3514.85.4.756

Vallerand, Robert J. The role of passion in sustainable psychological well-being. Psychology of well-Being: Theory, research and practice, v. 2, n. 1, p. 1-21, 2012. https://doi.org/10.1186/2211-1522-2-1

Verner-Filion, J., & Vallerand, R. J. (2018). A longitudinal examination of elite youth soccer players: The role of passion and basic need satisfaction in athletes' optimal functioning. Psychology of Sport and Exercise, 39, 20-28. https://doi.org/10.1016/j.psychsport.2018.07.005

Vieira, L. F., Pizzo, G. C., Contreira, A. R., Lazier-Leão, T. R., Moreira, C. R., Rigoni, P. A. G., & Nascimento Junior, J. R. A. d. (2018). Associação entre motivação e coesão de grupo no futebol profissional: o relacionamento treinador-atleta é um fator determinante? Revista de psicología del deporte, 27(4), 51-57.

Vieira, L. F.; Mizoguchi, M. V.; Contreira, A. R.; Passos, P. C. B.; Costa, L. C. A. Educação física e esporte: convergindo para novos caminhos. Florianópolis, Ed da UDESC, 2015.

Vieira, L.F; Brandão, M.R.; Nascimento Junior, J.R.A.; Nascimento, J.V. Desafios da avaliação psicológica em jogos esportivos coletivos. In J.A. Nascimento; V. Ramos; F. Tavares (Orgs.) Jogos Desportivos: formação e intervenção (p.247-266). Florianópolis: UDESC, 2013.

Vissoci, J. R. N., Nascimento Junior, J. R. A. D., Oliveira, L. P. D., Vieira, J. L. L., & Vieira, L. F. (2013). Suporte parental percebido, motivação autodeterminada e habilidades de enfrentamento: validação de um modelo de equações estruturais. Revista da Educação Física/UEM, 24(3), 345-358. https://doi.org/10.4025/reveducfis.v23.3.17016

Voser, R. D. C., Hernandez, J. E. A., Voser, P. E. G., & Rodrigues, T. A. (2016). Motivação dos praticantes de futsal universitário: um estudo descritivo. RBFF-Revista Brasileira de Futsal e Futebol, 8(31), 357-364.

Downloads

Publicado

2021-07-29

Como Citar

dos Santos Oliveira, I. F., Moreira, C. R., Caruzzo , N. M. ., Freire , G. L. M. ., Nascimento Junior, J. R. A. . do, & Fiorese, L. (2021). NECESSIDADES PSICOLÓGICAS BÁSICAS E PAIXÃO EM ATLETAS BRASILEIROS UNIVERSITÁRIOS DE VÔLEI DE PRAIA. Psicologia E Saúde Em Debate, 7(2), 12–27. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V7N2A2

Edição

Seção

Artigo original