ESTRESSE ENTRE PROFISSIONAIS DE SAÚDE IDOSOS/AS DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19: uma revisão integrativa da literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22289/2446-922X.V9N2A3

Palavras-chave:

Estresse Ocupacional, Pessoal de Saúde, Envelhecimento, Idoso, COVID-19

Resumo

A presente pesquisa visa analisar publicações sobre o estresse laboral entre profissionais da saúde, com destaque aos profissionais idosos(as) em meio à pandemia da COVID-19. Os/as profissionais de saúde enfrentam pressão psicológica e física por meio da exposição contínua à COVID-19, resultando em sofrimento emocional, sobrecarga de serviço e medo de contaminar a si e seus familiares, diante a uma situação que exige mais atenção e cuidados específicos. Sendo assim, parte dessa equipe corresponde a pessoas idosas emergidas em situações de estresse, seja na atenção primária, secundária ou terciária na linha de frente contra a COVID-19. Logo, foi realizada uma revisão integrativa da literatura, através de artigos científicos em português e inglês, buscados nas bases de dados Pubmed, PsycINFO, LILACS e BVS-PSI Psicologia. Os 169 estudos científicos encontrados diretamente nas bases de dados foram organizados com o gerenciador de referências EndNote Web, sendo que apenas 11 foram selecionados a partir dos critérios de elegibilidade. Os resultados das pesquisas realizadas em diversos países apontaram que as mulheres apresentavam níveis de estresse maiores do que nos homens e as taxas de estresse variavam de leve a moderado. Nesse contexto, profissionais com filhos menores de 18 anos, casados e com menor tempo de experiência apresentavam maiores níveis de estresse. Espera-se que este estudo contribua no fomento de ações de promoção e cuidado da saúde do/a trabalhador/a do saúde, sobretudo, aos/as idosos/as que necessitam de mais atenção no atual contexto pandêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Alcântara Aureliano, Universidade Federal do Rio Grande

Mestranda pelo Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande

Referências

Amaral, A. (2020). Design de informação como ferramenta para a elaboração de uma cartilha com exercícios de yoga para redução da ansiedade em idosos. Trabalho de conclusão de curso de Design, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, SC, Brasil.

Ayanian, J.Z. & MPP, M. D. (2020). Mental health needs of health care workers providing frontline COVID-19. Jama health forum, 1(1). https://10.1001/jamahealthforum.2020.0397.

Barbosa, D. J., Gomes, F., Souza, F., & Gomes, A. (2020). Fatores de estresse nos profissionais de enfermagem no combate à pandemia da COVID-19: Síntese de evidências. Comunicação em ciências da saúde, 31, 31-49. Vista do Fatores de estresse nos profissionais de enfermagem no combate à pandemia da COVID-19 (escs.edu.br).

Barrozo, K. T., Costa, L. P., & Lima, C. C. (2020). A síndrome de burnout nos profissionais de enfermagem na pandemia da Covid-19. Trabalho publicado na V Expociência. São Carlos, Santa Catarina.

Barzilay, R., Moore, T. M., Greenberg, D. M., Didomenico, G. E., Brown, L. A., White, L. K., Gur, R. C., & Gur, R. E. (2020). Resilience, Covid-19-related stress, anxiety and depression during the pandemic in a large population enriched for healthcare providers. Translational psychiatry, 10, (p. 291). https://doi.org/10.1038/s41398-020-00982-4.

Ben-Zur, H. (2019). Transactional model of stress and coping. In: Zeiler-Hill, V, Shackelford, T. (Eds), Encyclopedia of personality and individual differences. (pp.1-4). Springer: Cham.

Botelho, L. L. R., Cunha, C. C. A., Macedo, M. (2011). O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Revista eletrônica gestão e sociedade, (5)11, (pp. 121-136). https://doi.org/10.21171/ges.v5i11.1220.

Brasil (2003). Lei no 10.741, de 1º de outubro de 2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências. Presidência da República Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.741.htm.

Castro, E. K, & Remor, E. (2018). Bases teóricas da psicologia da saúde, (pp.165-180), Ed. Appris e Livraria Eireli.

Ceri, V., & Cicek, I. (2020). Psychological well-being, depression and stress during Covid-19 pandemic in Turkey: A comparative study of healthcare professionals and non-healthcare professionals. Psychology, health & medicine, 26(1), (pp. 85-97). https://doi.org/10.1080/13548506.2020.1859566.

Civantos, A. M., Bertelli, A., Gonçalves, A., Getzen, E., Chang, C., Long, Q., & Rajasenkaran, K. (2020). Mental health among head and neck surgeons in Brazil during the Covid-19 pandemic: A national study. Am J. Otolaryngol. https://doi.org/10.1016/j.amjoto.2020.102694.

Coll, C., Marchesi, A., & Palácios, J. (1995). Desenvolvimento psicológico e educação(org). v.1, 2 ed. (pp.371-388). Porto Alegre: Artes Médicas Sul LTDA.

Conselho Federal de Psicologia. Envelhecimento e subjetividade: Desafios para uma cultura de compromisso social/Conselho Federal de Psicologia, Brasília, DF, 2009. 196 p. https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2009/05/livro_envelhecimentoFINAL.pdf.

Conselho Federal de Enfermagem. Enfermeiras na linha de frente contra o coronavírus. 19 mar. 2020. http://www.cofen.gov.br/enfermeiras-na-linha-de-frente-contra- o- coronavirus_78016.h.

Conselho Federal de Enfermagem. Observatório da enfermagem: Profissionais infectados com Covid-19 informado pelo serviço de saúde. 12 de julho de 2022. http://observatoriodaenfermagem.cofen.gov.br/.

d’Alencar, R. S., & Diederiche, M. V. (2014). Velhice saudável: múltiplos olhares e múltiplos saberes. (pp. 29-44). Ilhéus, BA: Ed. Editus.

Enumo, S.R.F., Weide, J. N., Vicentini, E. C. C., Araújo, M. F., & Machado, W. L. (2020). Enfrentando o estresse em tempos de pandemia: Proposição de uma cartilha. Estudos de psicologia, 37. http://dx.doi.org/10.1590/1982-0275202037e200065.

Ercole, F. F., Melo, L. S., & Alcoforado, C. L. G. C.(2014). Revisão integrativa versus revisão sistemática. Revista mineira de enfermagem, (18)1. Revisão integrativa versus revisão sistemática | REME - Revista Mineira de Enfermagem.

Galvão, C.M., Mendes, K.D.S., & Silveira, R.C.C.P.(2010). Revisão integrativa: método de revisão para sintetizar as evidências disponíveis na literatura. In: Brevidelli MM, Sertório SCM, (editores). Trabalho de Conclusão de Curso: guia prático para docentes e alunos da área da saúde. São Paulo: Iátria; (pp. 105-26).

García, G. M., & Calvo, J. C. A. (2020). The threat of Covid-19 and its influence on nursing staff burnout. J. Adv. Nurs., 77, (pp. 832-844).

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Síntese de Indicadores Sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Rio de Janeiro: IBGE,2016. Recuperado em: 09 de março de 2022. https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=2101979.

Khalafallah, A. M., Lam, S., Gami, A., Dornbos, D. L., Sivakumar, W., Johnson, J. N., & Mukherjee, D. (2020). Burnout and career satisfaction among attending neurosurgeons during the Covid-19 pandemic. Clinical neurology and neurosurgery,198. https://doi.org/10.1016/j.clineuro.2020.106193

Kuo, F. L., Yang, P. H., Hsu, H. T., Su, C. Y., Chen, C. H., Yeh, I. J., Wu, Y. H., & Chen, L. C. (2020). Survey on perceived work stress and its influencing factors among hospital staff during the Covid-19 pandemic in Taiwan. Kaohsiung J. Med. Sci., 36(11), (pp. 944-952). 10. Survey on perceived work stress and its influencing factors among hospital staff during the COVID?19 pandemic in Taiwan - Kuo - 2020 - The Kaohsiung Journal of Medical Sciences - Wiley Online Library

Lima, M. B., Silva, L. M. S., Almeida, F. C. M., Torres, R. A. M., & Dourado, H. H. M. (2013). Agentes estressores em trabalhadores de enfermagem com dupla ou mais jornada de trabalho. Revista de pesquisa: Cuidado é fundamental online, 5(1), (pp. 3259-3266). https://doi.org./10.9789/2175-5361.2013v5n1p3259.

Lima, M., Soares, & B. G., Bacaltchuk, J. (2000). Psiquiatria baseada em evidências. Revista brasileira de psiquiatria, (22)3, (pp. 142-146).

Lipp, M. E. N., & Lipp, L. M. N. (2020). Stress e transtornos mentais durante a pandemia da Covid- 19 no Brasil. Boletim - Academia Paulista de Psicologia, (40)99, (pp. 180-191).

Man, M. A., Toma, C., Motoc, N. S., Necrelescu, O. L., Bondor, C. I., Chis, A. F.,Lesan, A., Pop,. M., Todea, D. A., Dantes, E., Puiu, R., & Rajnoveanu, R. M. (2020). Disease perception and coping with emotional distress during Covid-19 pandemic: A survey among medical staff. Int. J. Environ Res. Public Health, 17(13), (p. 4899). https://doi.org/10.3390/ijerph17134899.

Marín, J. (2008). Manual de psicologia social de la salud, (pp. 41-68). ESP: Ed. Síntesis.

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. C. P., & Galvão, C. M.(2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & contexto- enfermagem, (17)4, (pp. 758-764). https://doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018.

Minussi, B. B., Paludo E. A., Passos J. P. B., Santos M. J., Mocelin O., & Maeyama, M.A. (2020). Grupos de risco do COVID-19: A possível relação entre o acometimento de adultos jovens saudáveis e a imunidade. Brazilian Journal of health review, 3(1), (pp.3739-3762). View of Grupos de risco do COVID-19: a possível relação entre o acometimento de adultos jovens “saudáveis” e a imunidade / COVID-19 risk groups: the possible relationship between the impairment of healthy young adults and immunity (brazilianjournals.com.br).

Moher, D., Liberati, A., Tetzlaff, J., Altman, D. G., & The PRISMA Group (2009). Preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses: The PRISMA Statement. Annals of Internal Medicine, 151(4), (pp. 264-269).

Mota, R.S.M., Oliveira, M. L. M. C., & Batista, E. C. (2017). Qualidade de vida na velhice: Uma reflexão teórica. Revista Communitas, (1)1, (pp.47-61). https://periodicos.ufac.br/index.php/COMMUNITAS/article/view/1122.

Neves, U. (2020). Covid-19: boletim traz balanço de infecções e óbitos em profissionais de saúde no Brasil. 15 de julho de 2020. Portal Pebmed. Acesso em 12 fev. 2021. Novo Boletim Epidemiológico da Covid-19 traz balanço de infecções em profissionais de saúde — Ministério da Saúde (www.gov.br).

Organização Mundial da Saúde - OMS. (2020). Folha informativa: COVID-19(doença causada pelo novo coronavírus) [ Folheto]. Organização Pan Americana de Saúde.

Organização Pan-Americana de Saúde - OPAS. (2020). Cerca de 570 mil profissionais de saúde se infectaram e 2,5 mil morreram por COVID-19 nas Américas. OMS.

Papalia, D. E.; & Feldman R. D. (2013). Desenvolvimento humano, (pp.570-603), Porto Alegre: Ed.AMGH.

Pastore, C. M. A., & Francisco-Maffezzolli, E. C. (2018). O uso de cortisol salivar como marcador biológico para o stress em pesquisas de comportamento do consumidor. Revista brasileira de marketing, 17(3). Recuperado em:O Uso de Cortisol Salivar como Marcador Biológico para o Stress em Pesquisas de Comportamento do Consumidor | Pastore | ReMark - Revista Brasileira de Marketing (uninove.br).

Pegorari, M. S., Ohara, D. G., Matos, A. P., & Pinto, A. C. P. N. (2020). Covid-19: Perspectivas e iniciativas no contexto da saúde do idoso no Brasil. Ciências & Saúde Coletiva, 25(9), (pp. 3459- 3464). https://doi.org/10.1590/1413-81232020259.21622020.

Ramos, M. N. P., Rabinovich, E. P., & Azambuja, R. M. M. (2020). Avós e netos frente às novas tecnologias no Brasil e em Portugal. Society and Development, (9)8, (pp.1-20). http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5615.

Reis, L., & Reis, L. (2019). Envelhecimento e longevidade: novas perspectivas e desafios, (pp.22-46 e pp.129-160), Brasília: Technopolitik.

Santos, G. B. M., Lima, R. C. D., Barbosa, J. P. M., Silva, M. C., & Andrade, M. A. C. (2020). Cuidados de si: Trabalhadoras da saúde em tempos de pandemia pela Covid-19. Trabalho, educação e saúde, (18)3, (pp. 1-13). https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00300.

Schmidt, B. Crepaldi, M.A., Bolze, S. D. A., Neiva-Silva L., & Demenech, L. M. (2020). Saúde mental e intervenções psicológicas diante da pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Estudos de psicologia, v.37.e200063. http://dx.doi.org/10.1590/1982-0275202037e200063.

Silva, F, D., & Souza, A. L. (2010). Diretrizes internacionais e políticas para os idosos no Brasil: A ideologia do envelhecimento ativo. Revista Políticas Públicas, 14(1), (pp. 85-94). Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=321127307009.

Soares, C. B., Hoga, L. A. K., Peduzzi, M., Sangaleti, C., Yonekura, T., & Silva, D. R.A. D. (2014). Revisão integrativa: conceitos e métodos usados em enfermagem. Revista da escola de enfermagem da USP, (48)2. https://doi.org/10.1590/S0080-623420140000200002.

Sousa, T. F., & Barroso, W. W. X. (2021). Síndrome de burnout relacionada ao impacto do estresse na vida do policial militar. Revista ibero-americana de humanidades, ciências e educação, 7(10). http://dx.doi.org/10.51891/rease.v7i10.2696.

Straub, R. O. (2014). Psicologia da saúde: uma abordagem biopsicossocial, (pp.1070-1076). Porto Alegre: Artmed.

Tavares, R. E., Jesus, M. C. P., Machado D. R., Braga, V. A. S., Tocantins, V. R., & Merighi, M. A. B. (2017). Envelhecimento saudável na perspectiva de idosos: Uma revisão integrativa. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, (20)6, (pp. 889-900). http://dx.doi.org/10.1590/1981-22562017020.170091.

Teixeira, C. F. S., Soares C. M., Souza, E. A., Lisboa, E. S., Pinto, I. C. M, & Espiridião, M. A. (2020). A saúde dos profissionais de saúde no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Revista Ciência & Saúde Coletiva, (25)9. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232020259.19562020.

Trumello, C., Bramanti, S. M., Ballarotto, G., Candelori, C., Cerniglia, L., Cimino, S., Crudete, M., Lombardi, L., Pignataro, S., Viceconti, M. L., & Babore, A. (2020). Psychological adjustment of healthcare workers in Italy during the Covid-19 pandemic: Differences in stress, anxiety, depression, burnout, secondary trauma, and compassion satisfaction between frontline and non- frontline professionals. Int. J. Environ Res. Public Health, 17(22), (p. 8358). https://doi: 10.3390/ijerph17228358 .

Vagni, M., Maiorano, T., Giostra, V., & Pajardi, D. (2020). Coping with Covid-19: Emergency stress, secondary trauma and self-efficacy workers in Italy. Frontiers in psychology, 11. https://doi.org/10.3389/fpsyg.2020.566912.

Vahedian-Azimi, A., Moayed, M. S., Rahimibashar, F., Shojaei, S., Ashtari, S., & Pourhoseingholi, M. A. (2020). Comparison of the severity of psychological distress among four groups of an Iranian population regarding Covid-19 pandemic. BMC psychiatry, 20. https://doi.org/10.1186/s12888-020-02804-9.

Wichmann, F. M. A., Couto, A. N., Areosa, S. V. C., & Montañés, M. C. M.(2013). Grupo de convivência como suporte ao idoso na melhoria da saúde. Revista brasileira de geriatria e gerontologia, (16)4, (pp.821-832). https://doi.org/10.1590/S1809-98232013000400016.

Youssef, N., Mostafa, A., Ezzat, R., Yosef, M., & Kassas, M. E. (2020). Mental health status of health-care professionals working in quarentine an non-quarentine Egyptian hospitals during the Covid-19 pandemic. East Mediterr Health J., 26(10), (pp. 1155-116) https://doi.org/10.26719/emhj.20.116.

Zhang, C., Yang, L., Liu, S., Ma, S., Wang, Y., Cai, Z., … Zhang, B. (2020). Survey of insomnia and related social psychological factors among medical staff involved in the 2019 novel coronavírus disease outbreak. Frontiers in Psychiatry, 11(306), 1-9. https://doi.org/10.3389/fpsyt.2020.00306

Zoltowski, A. P. C., Costa, A. B., Teixeira, M. A. P., & Koller, S. H. (2014). Qualidade metodológica das revisões sistemáticas em periódicos de psicologia brasileiros. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 30(1), 97-104. https://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722014000100012

Downloads

Publicado

31-07-2023

Como Citar

Alcântara Aureliano, D., & Barsotti Santos, D. (2023). ESTRESSE ENTRE PROFISSIONAIS DE SAÚDE IDOSOS/AS DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19: uma revisão integrativa da literatura. Psicologia E Saúde Em Debate, 9(2), 45–66. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V9N2A3

Edição

Seção

Estudo Teórico