A HOMOFOBIA: uma discussão da Homossexualidade, Drogas e a AIDS através do filme Dallas Byers Club

  • Patricia da Cunha Gomes Faculdade Patos de Minas
  • Gilmar Antoniassi Junior
Palavras-chave: Homofobia, homossexualidade, drogas, aids

Resumo

O objetivo do estudo é discutir através do filme Dallas Byers Club as implicações do comportamento homofóbico ante a homossexualidade, drogas e a AIDS. Utilizou-se um delineamento qualitativo de estudo de caso de natureza descritiva histórica através do método de história de vida, por meio de análise de filme. O filme é baseado fatos reais, no enredo da história Ron Woodroof (Matthew McConaughey), consumidor de drogas, amante de mulheres, homofóbico, que, em 1986, foi diagnosticado com aids e recebeu a sentença de 30 dias de vida. Pode-se perceber que a homofobia não é um assunto remoto, o preconceito e discriminação vivida por Ron Woodroof nos anos 80, pode ser visto com tantos outros na atualidade, apesar de muita coisa ter mudado, as pessoas estarem mais instruídas, tomando consciência que a AIDS e o uso de drogas não é exclusividade de homossexuais, que, heterossexuais e afins são tão vulneráveis quanto.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-02-01
Como Citar
da Cunha Gomes, P., & Antoniassi Junior, G. (2018). A HOMOFOBIA: uma discussão da Homossexualidade, Drogas e a AIDS através do filme Dallas Byers Club. Psicologia E Saúde Em Debate, 4(1), 161-170. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V4N1A10
Seção
Resenha