A DESIGUALDADE SOCIAL E SUAS INFLUÊNCIAS NA SUBJETIVIDADE CONTEMPORÂNEA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Marcos Rodrigues Borges Alessander Freitas Amaral1

Resumo

A desigualdade social é um fenômeno que, esteve presente nas sociedades desde tempos longínquos, afetando o ser humano em suas diversas dimensões, inclusive em sua subjetividade. Neste trabalho, buscou-se assinalar os efeitos da desigualdade social, na subjetividade do indivíduo. Foi realizada uma revisão bibliográfica, onde se buscou informações em artigos, monografias, dissertações e livros, tanto em ambiente virtual quanto físico. Conclui-se que a desigualdade social, assim como se concebe hoje, é produto de transformações históricas, e que a subjetividade formada tanto por fatores internos quanto externos é fortemente influenciada, por ela, é muitas vezes este fenômeno traz grandes malefícios para o ser humano, chegando até a afetar sua saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Borges, M., & Amaral1A. (2017, agosto 21). A DESIGUALDADE SOCIAL E SUAS INFLUÊNCIAS NA SUBJETIVIDADE CONTEMPORÂNEA. Psicologia E Saúde Em Debate, 1(2), 1-19. Recuperado de http://psicodebate.dpgpsifpm.com.br/index.php/periodico/article/view/19
Seção
Artigo original