A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DO PSICÓLOGO JUNTO A PACIENTES COM CÂNCER: uma abordagem psico-oncológica

  • Renata Fonseca
  • Marcelo Matta Castro
Palavras-chave: Psico-oncologia, Assistência Hospitalar, Técnicas de Intervenção

Resumo

O câncer é uma doença que tem se destacado pelo aumento no número de casos em todo o mundo. Para esta doença, além da assistência médica, é de fundamental importância uma assistência psicológica adequada. A psico-oncologia surgiu a partir da necessidade do acompanhamento psicológico ao paciente oncológico, além de sua família e toda a equipe que o acompanha. Assim, o papel do psicólogo dentro do contexto oncológico é de prestar apoio psicossocial e psicoterapêutico diante do impacto do diagnóstico das consequências da doença, mostrando possibilidade de auxílio para um melhor enfrentamento e qualidade de vida do doente e de seus familiares. Este estudo teve como objetivo verificar as principais formas de intervenção do Psicólogo no contexto oncológico, bem como a eficácia destas intervenções e os consequentes benefícios desta abordagem para o paciente e seus familiares. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, com o levantamento de estudos sobre o tema. A partir deste levantamento, pode-se concluir que no âmbito da oncologia, considerando o sofrimento provocado pela doença, o psicólogo insere-se como um profissional de fundamental importância na composição da equipe multiprofissional, atuando de forma a propiciar uma melhoria na qualidade de vida dos envolvidos neste processo, facilitando o estabelecimento de estratégias de enfrentamento e superação frente ao câncer.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-10-01
Como Citar
Fonseca, R., & Castro, M. (2016). A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DO PSICÓLOGO JUNTO A PACIENTES COM CÂNCER: uma abordagem psico-oncológica. Psicologia E Saúde Em Debate, 2(Ed. Esp. 1), 54-72. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V2EEA5
Seção
Artigo original