O USO DE SUBSTÂNCIAS NOCIVAS ASSOCIADAS AO COMPORTAMENTO DE RISCO DO PRATICANTE DE ATIVIDADE FÍSICA

  • Flávio Ribeiro Brandão
  • Gilmar Antoniassi Júnior
Palavras-chave: Substâncias Nocivas, Esteróides Andrógenos Anabólicos, Atividade Física, Comportamento de Risco, Saúde, Qualidade de vida

Resumo

Na sociedade moderna muitas pessoas buscam modificar a estética natural do corpo, por meio de diferentes intervenções. O uso de substância nociva tem se propagado no meio da prática em academias em busca do corpo ideal, através dos Esteróides Anabolizantes, que tem sido considerado a possibilidade mais acessível. O uso indiscriminado pode desencadear diferentes reações adversas. O objetivo deste estudo consistiu em identificar o uso de substâncias nocivas associado ao comportamento de risco por praticantes de atividade física, a partir de uma revisão sistêmica de metanálise, que foi realizada em 15 artigos valendo-se de uma base de análise quantitativa. A análise realizada permitiu observar que o uso de Esteróides Anabolizantes e Andrógenos (EAA) associadas ao comportamento de risco do praticante de atividade física é corriqueiro. Verificou-se juntamente que o perfil dos usuários de EAA nos estudos analisados compreende a maioria composta por homens, estudantes universitários, idade entre 14 a 60 anos, praticantes de atividade física, motivados por estética e ganho de força. As substâncias mais apontadas nos estudos foram Deca-Durabolin Estanozolol e Decanoato de Nandrolona. Quanto à exposição ao risco à saúde prevaleceu nos estudos, à acne, a queda de cabelo, o aumento da libido e a irritabilidade. Conclui-se que o uso dos EAA’s é uma realidade presente na vida de muitos praticantes de atividades físicas, fato que convida o psicólogo junto a uma equipe multidisciplinar, a realizar projetos, cujo objetivo seja disseminar informações sobre os malefícios inerentes ao uso de tais drogas, de modo propor ações preventivas e educativas junto à população exposta aos EAA.

Publicado
2015-04-11
Como Citar
Brandão, F., & Júnior, G. (2015). O USO DE SUBSTÂNCIAS NOCIVAS ASSOCIADAS AO COMPORTAMENTO DE RISCO DO PRATICANTE DE ATIVIDADE FÍSICA. Psicologia E Saúde Em Debate, 1(1), 53-64. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V1N1A4
Seção
Artigo original