REDUÇÃO DE DANOS NO TRATAMENTO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS: uma prática possível para a família?

  • Moniele Borges da Silva Faculdade Patos de Minas
  • Juliana Amorim Pacheco de Oliveira
Palavras-chave: Redução de danos, Família, CAPS ad

Resumo

O presente trabalho apresenta uma revisão bibliográfica conceitual que tem por objetivo entender qual a percepção da família em relação à estratégia de Redução de Danos voltada para o tratamento dos usuários do CAPS-ad, pois é perceptível que atualmente vive-se uma situação crítica em relação ao uso abusivo do álcool e outras drogas. Diante desta realidade, percebeu-se a necessidade da implantação de um serviço de saúde substitutivo à internação, que respondesse à demanda destes usuários. Assim, com a necessidade de atendimentos diários, foram criados os Centros de Atenção Psicossociais Álcool e Drogas (CAPS-ad), um serviço que busca promover a reabilitação psicossocial, com o cuidado e atenção diária aos usuários e seus familiares, com um trabalho dentro da perspectiva de Redução de Danos (RD). Esta estratégia de tratamento é um conjunto de políticas e práticas cujo objetivo é reduzir os danos associados ao uso de drogas psicoativas em pessoas que não conseguem ou não querem parar de usá-las, ou seja, não busca a abstinência total e imediata no uso de qualquer substância psicoativa. O modelo de tratamento centrado no Hospital Psiquiátrico é substituído por uma rede de atenção à saúde, em respeito aos direitos dos usuários, o que ao contrário do seu isolamento, ele recebe assistência médica em liberdade, no próprio convívio familiar e comunitário.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-07-25
Como Citar
Borges da Silva, M., & Oliveira, J. (2018). REDUÇÃO DE DANOS NO TRATAMENTO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS: uma prática possível para a família?. Psicologia E Saúde Em Debate, 4(2), 25-41. https://doi.org/10.22289/2446-922X.V4N2A3
Seção
Estudo Teórico